Com a Pandemia vários hábitos tiveram que mudar.

O distanciamento social e as medidas adotadas para evitar o crescimento do novo corona vírus fizeram com que várias empresas buscassem maneiras de realizar pagamentos sem contato físico e diminuir o manuseio do dinheiro em espécie, levando muitas a adotarem os meios digitais como forma de pagamento.

Com isso surgiu o pagamento digital, trazendo o crescimento exponencial da digitalização do dinheiro e tornando o papel moeda cada vez menos utilizado.

Pagamento Digital é toda transação entre empresas e clientes realizada 100% online, por meio de troca de dados. Ele ocorre por meio de uma plataforma online, um aplicativo de dispositivo móvel ou uma carteira digital.

Só no mês de julho do ano de 2020, a Cielo (empresa de pagamentos de meios eletrônicos), registrou um aumento de 495% nas transações realizadas no mesmo período do ano anterior. Um outro levantamento mostra que as transações por QR Code cresceram 1.600%. Os números são reflexo também do crescimento do e-commerce, que registrou um aumento de 50% no mesmo mês.

Já é realidade sair de casa apenas com o smartphone para realizar compras, abastecer o carro ou até mesmo fazer um lanche, dispensando totalmente o uso de dinheiro em espécie ou cartão. Por causa dessa praticidade e mobilidade os clientes veem escolhendo cada vez mais os estabelecimentos que apresentam essas escolhas na hora de efetuar um pagamento.

Uma das grandes vantagens para a empresa, além de poder atender as necessidades dos clientes, é a de contar com taxas menores e com menos burocracia oferecidas pelos bancos digitais.

Para se ter uma ideia, enquanto uma taxa de uma máquina de cartão gira em torno médio de 2,0% e caso queira receber antecipado pelas transações a prazo, essa taxa pode chegar a quase 5% de juros, as taxas oferecidas pelos bancos digitais não chegam nem a metade disso.

O potencial de poder contar com esse tipo de tecnologia é imenso, pois dispensa a necessidade de possuir equipamentos grandes e caros, como máquinas de cartão de crédito e débito.

O Pix, que foi criado no ano passado pelo Banco Central e lançado oficialmente em outubro de 2020, é hoje um desses meios de pagamentos mais utilizados. Por possuir a vantagem de poder ser utilizado em qualquer dia e hora da semana, tendo confirmação imediata e não possuindo taxações para transações para pessoas físicas, possui atualmente cerca de 174 milhões de chaves pix para pessoas físicas e 7,8 milhões de pessoas jurídicas, segundo afirmou o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto. E esse número só cresce.

É difícil prever qual pagamento digital será escolhido como forma de pagamento pelo cliente, porém é possível avaliar quais os métodos mais utilizados pelo seu público-alvo. Uma boa opção é oferecer várias formas de pagamento.

O empresário deve pensar em soluções que visem a facilidade tanto para o cliente quanto para a sua própria empresa.

Possuir um sistema totalmente integrado para pagamento digital é fundamental para a sua empresa. Pois além de possuir ferramentas que irão atender as necessidades do seu cliente, economizar nas taxas, você ainda vai facilitar o seu controle financeiro.

Fazer uso de métodos que compliquem a experiência do cliente em seu estabelecimento ou ambiente, podem ocasionar na perda do cliente e reduzir o número de vendas. Sendo assim, invista em pagamentos digitais que ofereçam soluções capazes de trazer praticidade para a experiência de pagamento do cliente e que agreguem eficiência e segurança para o seu negócio.

A Nortesys possui um sistema totalmente integrado com as principais carteiras digitais e oferece um grande leque de opções das principais formas de pagamentos digitais.

Não deixe sua empresa de fora dos Pagamentos Digitais!

Fale conosco pelo telefone: 0800 723 4300

Comentários

comentários


Conheça o ERP da Nortesys

Sobre o autor

Jamila da Silva Nascimento Afonso

Instrutora do Centro de Ensino NORTESYS, Graduada em Ciências da Computação, Pós Graduada em Matemática e Estatísticas.