A inteligência artificial (IA) inovou no mercado em diversos ramos, um deles é o varejo, onde o uso da IA é uma das tendências mais promissoras, cuja atenção está crescente. Com o consumidor cada vez mais conectado e informado, assim como com o acirramento da competitividade no ramo, as empresas precisam se inovar e aprimorar seus processos e atendimento.

Nesta leitura, trazemos como o uso da IA impactou o mercado desde os anos 90 até o presente e explicamos as principais mudanças da tecnologia no varejo!

Os impactos da IA dos anos 90 até os dias atuais

O termo inteligência artificial foi cunhado por John MacCarty em uma conferência no ano de 1956, em Darmouth Colege. Porém, foi a partir dos anos 90 que ele tomou a forma como conhecemos hoje e começou a gerar impactos reais na vida do homem.

Em 1997, pela primeira vez na história, um computador venceu o melhor jogador de xadrez do mundo. Na época, isso causou um grande choque às pessoas e impulsionou o interesse na área.

Entre 1993 e 2011, várias tecnologias resolveram muitos problemas, como mineração e coleta de dados, reconhecimento de voz, softwares bancários, ferramentas de busca (como o Google), diagnósticos médicos e muito mais.

De 2011 até a presente data, os computadores estão se tornando excepcionalmente velozes e potentes, o que permitiu o desenvolvimento de aplicações de maior escala, mais complexas e de maiores impactos na economia, como:

  • machine learning: computador usa técnicas de estatísticas para aprender autonomamente a fazer análises;
  • deep learning: reconhecimento de falas, visão computacional, processamento e análise de linguagem;
  • big data: computar gera insights rápidos e precisos de um gigantesco volume de dados.

Principais mudanças da inteligência artificial no varejo

As mudanças impactam positivamente o varejo em diversos aspectos, como o controle do negócio pelo gestor, desenvolvimento de novas estratégias, melhoria do atendimento e experiência ao cliente. Confira as principais abaixo:

Banco de dados

Os bancos de dados são digitais e aglomeram o máximo de dados possíveis de uma empresa; porém, eles são excepcionalmente volumosos, pois incluem:

  • perfis e comportamento dos consumidores;
  • menções, citações, curtidas e compartilhamentos nas redes sociais;
  • datas, horários, picos e quedas de vendas;
  • outros dados relevantes sobre os produtos, consumidores e vendas.

É humanamente impossível estudar todos os dados manualmente. Por essa razão, é fundamental utilizar computadores aliados à tecnologia do Big Data para extrair informações e gerar relatórios úteis aos gestores.

Chatbots

Consiste na IA aplicadas a assistentes virtuais que respondem e solucionam dúvidas dos clientes automaticamente. Com essa tecnologia, há uma grande economia no atendimento, recuperação de carrinhos, marketing e custos operacionais.

Além disso, muitos problemas serão resolvidos de forma automática e rápida pelos robôs, pois eles estudam as mensagens dos clientes, direcionam serviços, interagem de personalizada e podem ser aplicados em vários canais, como o Whatsapp, Messenger e chat direto do site da empresa.

Terminais inteligentes

Os terminais de ponto de vendas são grandes oportunidades para coletar informações sobre os clientes. Com a aplicação da IA, torna-se possível traçar o perfil do consumidor e definir os produtos que ele tem mais interesse e chance de comprar.

Os dados coletados geram estatísticas para o consumidor, permitem o cruzamento de informações entre sistemas, criação dos perfis do público entre outras inúmeras funcionalidades úteis para aprimorar as estratégias de marketing e de venda.

Catálogo digital

O catálogo digital é uma das maiores tendências do varejo. Ele informa ao cliente todos os itens disponíveis para venda e fornece recomendações personalizadas a cada cliente com base nos dados coletados e analisados pela inteligência artificial.

Esse recurso também é importante para os colaboradores e gestores do varejo, pois agiliza o processo de consulta ao estoque. Assim, o atendimento ao cliente é otimizado e a tomada de decisão torna-se mais ágil ao gerente que precisa saber quais itens precisam ser repostos no estoque.

São inúmeras as aplicações da inteligencia artificial no varejo. O gestor que aproveitar desses recursos conseguirá se desenvolver mais rapidamente, pois criará estratégias mais eficientes e vantajosas!

Assine a nossa newsletter para receber novidades como esta diretamente no seu e-mail!

Comentários

comentários


Conheça o ERP da Nortesys

Sobre o autor

Nortesys

Nortesys é uma empresa de tecnologia focada em soluções para gestão empresarial e ERP. Há mais de 20 anos no mercado com uma equipe de profissionais experientes, mais de 1000 clientes e representantes comerciais pelo Brasil a fora.