Se você tem um empreendimento ou deseja iniciar algo novo, com certeza já ouviu falar sobre a importância de um bom planejamento financeiro empresarial.

A partir de um planejamento, além de evitar prejuízos ou até mesmo atrasos de pagamentos, você pode alcançar o crescimento da empresa com previsões e projeções específicas.

A tarefa pode ser complicada, principalmente quando se tem pouca experiência no assunto. Portanto, é sempre necessário buscar qualificação e estudar sobre o assunto com dedicação para diminuir a possibilidade de erros.

Acompanhe o artigo e veja os pontos mais importantes sobre um planejamento financeiro empresarial. Boa leitura!

A importância do planejamento financeiro empresarial

Ao iniciar um negócio, é normal imaginar que o projeto será um sucesso. Depois de lançar a empresa, no entanto, muitos empreendedores descobrem que o sucesso pode ser ilusório.

Criar um plano de negócios e estabelecer um planejamento financeiro permite identificar o que é necessário para se chegar aos resultados. O planejamento é uma tarefa básica para o empreendedor que deseja obter sucesso, independentemente da atividade.

Departamento financeiro

Resumidamente, o departamento financeiro é o responsável pela administração dos recursos da empresa. Cabe a ele fazer com que os lucros cubram todas as despesas, além de gerar renda e garantir o crescimento da organização.

Em alguns negócios, a administração de recursos é geralmente executada pelo próprio proprietário.

Vale lembrar, no entanto, que é aconselhável ter profissionais especializados — como contadores, por exemplo — para administrar o caixa da empresa, independentemente do tamanho da organização.

As atribuições do departamento financeiro incluem:

  • controlar e registrar a entrada e saída de capital;
  • definir quando realizar transações;
  • analisar a viabilidade de projetos em execução e a serem executados;
  • encontrar fontes de financiamento e usar o mercado para obter investimentos.

Dicas para construir um planejamento financeiro de sucesso

Para estabelecer um planejamento bem-sucedido, considere as seguintes dicas:

Planeje o ciclo operacional

Para garantir que a empresa tenha capital de giro, você deve planejar as despesas para cada etapa dos processos: desde a compra de suprimentos até a entrega, passando pela fabricação, armazenamento e venda.

Imagine situações diversas

Simule o desempenho da empresa em fases críticas e em períodos de rendimentos para saber como se comportar em tais cenários. Com o planejamento, você pode garantir que os funcionários saibam como agir.

Negocie preços, prazos e pagamentos

Manter um bom relacionamento com fornecedores e negociar condições de pagamento é essencial para manter o dinheiro em caixa. Se você não tiver controle sobre o processo, poderá sofrer no intervalo entre a compra de insumos e a coleta de valores.

Tenha cuidado com os empréstimos

Ao receberem empréstimos para cobrir algumas faltas ou realizar investimentos, muitos empresários ficam a mercê de bancos e credores. Para evitar esse problema, o ideal é sempre trabalhar com uma reserva de dinheiro para imprevistos.

Calcule o valor ideal para o seu produto

Calcular o preço que você cobrará pelo produto pode ser complicado: além de considerar o custo de produção e a expectativa de lucro, você também deve incluir a remuneração do trabalho dos parceiros e outros custos variáveis.

Porém chegar em um denominador comum é essencial para criar uma base sólida financeira.

As vantagens de um planejamento financeiro

Uma vantagem a não ser subestimada na elaboração do plano financeiro é que o empreendedor lida detalhadamente com sua empresa. Especialmente na fase inicial, ele encontra custos e oportunidades de receita que não considerou antecipadamente.

Veja, abaixo, outros benefícios que a criação de um planejamento financeiro pode trazer para empresa.

Foco e permanência nas metas e estratégias

É difícil permanecer fiel ao plano com as inclinações do dia a dia. Por isso, o planejamento financeiro pode ser utilizado para resumir os principais pontos da sua estratégia e para lembrar o que está incluso e o que não está.

Além disso, também ajudará as equipes e funcionários a trabalhar com foco nas metas e não apenas em “apagar incêndios”.

Controle de custo

Um dos benefícios mais importantes do planejamento financeiro é a capacidade de controlar custos. A criação de orçamentos permite que você veja suas despesas, planeje-as, reduza-as e monitore-as para ter a certeza de que está no caminho certo para atingir as metas.

Mas atenção: definir um orçamento não necessariamente resolve seus problemas. Ainda é preciso um acompanhamento mensal para garantir que as receitas estejam dentro do plano de metas e lucros traçados inicialmente.

Gerenciamento de Fluxo de Caixa

Nem sempre um número elevado de vendas garante um bom rendimento. O planejamento financeiro inclui o gerenciamento do fluxo de caixa, identificando antecipadamente suas necessidades a cada mês, independentemente de suas receitas.

Porém é importante, além de criar um orçamento principal que mostre sua renda e despesas médias mensais, também desenvolver uma estimativa de fluxo de caixa que mostre suas receitas e gastos reais antecipados a cada mês.

Melhor gestão da dívida

A movimentação em linhas de crédito, empréstimos e cartões de crédito é um custo oculto que muitos proprietários de pequenas empresas não rastreiam, porque os juros são agregados a um saldo e não exigem pagamento em dinheiro a cada mês.

Um plano financeiro aborda esses pagamentos de juros mensais, colocando-os em seu orçamento para que você aprenda seu desempenho financeiro real.

Por meio do planejamento financeiro, o gestor consegue criar estratégias para aceleração do pagamento da dívida e ainda, se possível, reduzir as despesas de juros.

Conformidade fiscal precisa

O planejamento financeiro inclui a estimativa de impostos e o ajuste de estimativas de vendas, se precavendo do sobe e desce do mercado. Esse trabalho é necessário para manter em dia as obrigações tributárias.

Deixar de pagar impostos sobre a renda, a propriedade ou a folha de pagamento pode resultar em sérios problemas, incluindo multas, penalidades e penhoras impostas contra a empresa.

Se você paga impostos trimestrais, faça um orçamento para esses dividendos e coloque esse dinheiro de lado. Trabalhe com seu contador para determinar como configurar seus pagamentos de impostos e torná-los pontuais.

Enfim, o planejamento financeiro empresarial é um guia, um plano estratégico através do qual você pode detectar e corrigir erros do passado, desenvolver novos investimentos ou ações de inovação e, o mais importante, obter informações corretas e em tempo real para tomar as decisões concretas e precisas. Inicie agora mesmo o seu planejamento financeiro.

Gostou do artigo? Então siga a nossa página no Facebook e Twitter e não perca mais nossas atualizações.

Comentários

comentários


Conheça o ERP da Nortesys

Sobre o autor

Nortesys

Nortesys é uma empresa de tecnologia focada em soluções para gestão empresarial e ERP. Há mais de 23 anos no mercado com uma equipe de profissionais experientes, mais de 11.000 usuários ativos e representantes comerciais pelo Brasil a fora.