Em sua operação cotidiana, as empresas contemporâneas enfrentam desafios grandiosos. Para manter a competitividade e conquistar resultados cada vez mais expressivos, os gestores precisam formar alianças confiáveis e que impulsionem a performance da organização. Nesse contexto, escolher o melhor fornecedor de ERP pode ser determinante para alcançar os objetivos do negócio.

Não se trata, porém, de uma escolha simples. Pelo contrário! A seleção de um sistema de gestão precisa ser criteriosa, detalhada e transparente. E justamente para te ajudar a entender um pouco mais acerca da importância de avaliar os softwares disponíveis, encontrando o que melhor se adéqua às suas operações, é que esse post nasceu!

Se você está procurando uma solução ou se deseja se certificar a respeito dos critérios para comparação, encontrou o conteúdo certo! Aproveite para esclarecer possíveis dúvidas e ter acesso a dicas valiosas no processo de decidir por um ERP aderente.

Preparado? Vamos em frente e boa leitura!

O que é e qual é a importância de um ERP?

O termo ERP nada mais é do que a abreviação para Enterprise Resource Planning, que, em português, refere-se ao planejamento de recursos de uma organização. Ou seja: enquanto tecnologia de gestão, o ERP é responsável por centralizar as informações, integrar os processos e, claro, otimizar os recursos disponíveis, contribuindo para a alavancagem de performance organizacional.

Neste âmbito, portanto, sua importância é inegável — e, no contexto competitivo do mercado moderno, também indispensável! Ao proporcionar mais controle e segurança às rotinas da empresa, o software confere mais agilidade e transparência à execução, permitindo que o gestor tenha uma visão ampla de toda a operação.

Dessa forma, não seria equivocado dizer que o ERP desponta como uma das ferramentas fundamentais no desenvolvimento e na perenidade do negócio. Afinal, somente ao simplificar procedimentos e reduzir retrabalhos (que, por sua vez, também consomem recursos), é possível caminhar para uma gestão mais enxuta, moderna e lucrativa, certo?

Quais são os benefícios de um ERP?

São inúmeras (e diversas) as vantagens de um sistema ERP como ferramenta estratégica de gestão. Os benefícios contemplam todas as áreas do negócio e são facilmente identificados desde os primeiros balanços.

Em essência, o ERP é modular e deve atender às necessidades específicas da organização. Respeitando a interdependência das áreas, o sistema contribui para aglutinar os dados em um só lugar, facilitando consultas posteriores, sem deixar de contemplar rotinas determinadas — no financeiro, por exemplo, contas a pagar e a receber, bem como o fluxo de caixa, são facilmente gerenciados.

Outro grande benefício, que impacta positivamente todos os estratos da empresa, é a automatização de processos. O software de gestão elimina o excesso de intervenções manuais e, por isso, também suprime a incidência de erros — em uma sequência que também gera desdobramentos benéficos, evitando transtornos e prejuízos monetários.

Por fim, embora não menos relevante, vale mencionar a ampliação da capacidade analítica e estratégica conferida ao gestor. Enquanto líder, é essencial que a alta administração disponha de dados confiáveis e, a partir deles, seja assertiva na tomada de decisões. Com o ERP, as rotinas de análise (incluindo o cruzamento de informações e o comparativo de desempenhos) se tornam mais rápidas, pertinentes e eficazes.

Como escolher o melhor fornecedor de ERP?

Agora que você já entendeu um pouco mais acerca do conceito do ERP, bem como seus benefícios diretos, é hora de aprofundar a discussão: qual é a melhor forma de escolher um fornecedor?

Trata-se de uma decisão crucial. Dela, derivarão os resultados da implantação e, claro, também do seu negócio a curto, médio e longo prazo. Certifique-se de encarar o processo de avaliação com seriedade e comprometimento. Ao escolher um parceiro, esteja certo de que ele entende suas demandas e está disposto a trilhar com você o caminho da alta performance.

1. Verifique se o ERP é aderente às suas necessidades

Cada empresa tem uma realidade diferente. As especificidades começam já no segmento de atuação, exigindo do software uma gama de funcionalidades capaz de atender às rotinas operacionais e corresponder às necessidades fiscais e tributárias, por exemplo.

É indispensável que o ERP implantado seja aderente e atenda a contento as particularidades do negócio. Em alguns casos, diante de ocasiões bastante singulares, é possível que surja a necessidade de efetivar customizações. Atente-se à disponibilidade (e à expertise) do parceiro para desenvolvê-las!

2.  Avalie a usabilidade do sistema

A tecnologia por trás de um ERP é robusta e complexa, mas a interface do sistema deve ser fácil e intuitiva — do contrário, os usuários terão dificuldades para executar as tarefas cotidianas.

Para assegurar a adesão, a correta utilização e a plena satisfação com os recursos da ferramenta, procure por fornecedores capazes de entregar uma solução completa sem descuidar da qualidade da navegação.

Na atualidade, mais do que nunca, o design e a usabilidade do produto são determinantes no êxito de uma parceria duradoura e mutuamente proveitosa.

3. Analise as condições oferecidas pelo fornecedor

Nem só do ERP em si, porém, vive a relação com o parceiro. Com o mesmo critério com que são analisadas as competências da solução e a aderência do software, é importante que o gestor verifique os demais serviços oferecidos, pesando-os em sua decisão final.

Suporte Técnico é um bom exemplo: avalie o formato do serviço (é online? Por telefone?) e esclareça eventuais restrições (há um limite de atendimentos? Qual é o prazo de resposta?), garantindo que estejam de acordo com o que você espera.

4. Pesquise a satisfação com os serviços prestados

Quando todos os pontos acima estiverem cobertos, direcionando finalmente a uma decisão, é válido buscar no mercado algumas referências que a corroborem. Não hesite em procurar os atuais clientes do fornecedor e indagá-los a respeito da satisfação com o produto!

Tire dúvidas (sobre algum processo específico ou sobre algum aspecto dos serviços, por exemplo) e entenda de que forma o fornecedor de ERP tem atuado como um parceiro estratégico no negócio. Isso com certeza vai aumentar a segurança (e a assertividade) da decisão!

O conteúdo foi útil e você está buscando alternativas para impulsionar suas operações e melhorar seus resultados? Entre em contato conosco e veja como podemos ajudá-lo a conquistar suas metas!

Comentários

comentários


Conheça o ERP da Nortesys

Sobre o autor

Nortesys

Nortesys é uma empresa de tecnologia focada em soluções para gestão empresarial e ERP. Há mais de 20 anos no mercado com uma equipe de profissionais experientes, mais de 1000 clientes e representantes comerciais pelo Brasil a fora.